No Olho do Furacão

Posted in Sem categoria by franvogner on 16/04/2011

Talvez eu tenha sido mal interpretado em algumas ocasiões, mas, no que diz respeito a esse assunto do atirador Wellington, o que entendo do caso e da sua repercussão é o seguinte:

Me parece haver tentativas apressadas de juízo, o que é normal, dado o espanto que tomou todo mundo. Essas tentativas de juízo não passam somente por um questionamento tardio (e sempre equivocado) de que algo poderia ter sido feito para evitar, mas também por reações e leituras da realidade bastante  imediatas, de pauta conservadora, indignada, religiosa, cínica, progressista…

Às vezes essa minha insistência em entender a impotência de qualquer leitura satisfatória de fatos que escapam à regra não é de caráter inerte e nem por indiferença, mas é porque eu acho fácil demais – sempre e em qualquer situação – a gente sacar aquelas idéias chaves de nossas agendinhas ideológicas.

Sim, é necessário se posicionar perante as coisas e tentar, na medida do possível, criar algum sentido e buscar fazer alguma leitura crítica. Essa é a unica maneira de seguir em frente.

Perante essas fatos como o do atirador da escola, é preciso arejar (juntas) as idéias e a sensibilidade, pois uma é sempre crítica da outra.

Bullying e nem linchamento de qualquer espécie é um dado “contemporâneo” e nem é sintoma de barbárie. Por mais estranho que possa parecer, são sintomas da civilização. É a sua patologia. Portanto, como em A Vila, o nosso fracasso é saber que não há sociedade ou comunidade – por melhores que sejam suas condições e por mais justos que sejam seus ideais – que não gerem, a partir de seus próprios valores, deformidades destrutivas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: